Educação • bhbit

Artigos da Categoria "Educação"

jun 18

Gestão Escolar: Tecnologia aliada aos papéis do Gestor

| Educação

Tecnologia descomplica a gestão escolar

São muitos os desafios envolvidos na gestão de uma instituição de ensino, mas os softwares customizados têm surgido como soluções inovadoras, que fazem toda a diferença na gestão escolar simples e rápida.

Todos nós sabemos que a educação é considerada um dos mais importantes fatores responsáveis pelo desenvolvimento humano no Brasil, apontada em todas as pesquisas como a principal solução para a redução da desigualdade social e da violência. Não é à toa que todos os projetos e negócios relacionados ao ensino precisam ser tratados com total seriedade.

Quando falamos em educação, falamos diretamente sobre o futuro de uma nação e, nesse contexto, aqueles que têm nas mãos a responsabilidade de gerenciar uma unidade de ensino, assumem para si uma grande e importante missão social, econômica e cultural.

O grande problema enfrentado hoje pelos gestores educacionais é o alto número de informações que são necessárias para ter um gerenciamento eficaz de todo o processo, já que o mundo educacional e a gestão escolar envolvem não somente informações individualizadas de cada aluno, mas também dados sobre o desempenho na escola, controle de bolsas de estudos, inadimplência, infraestrutura de salas de aula, unidades escolares, professores e muito mais.

Leia mais

abr 28

O que os estudantes precisam saber sobre tecnologia

| Educação

Educação do século XXI: o que os estudantes precisam saber sobre tecnologia

A inclusão digital é uma iniciativa de extrema importância dentro do ambiente escolar e faz parte dos desafios da educação no século XXI. Hoje, a grande missão dos educadores é saber preparar corretamente os estudantes para que eles se tornem cidadãos verdadeiramente inseridos no universo digital, conhecendo todos os benefícios e perigos da web e das novas tecnologias.

A boa formação de crianças e adolescentes para a realidade tecnológica e para a sociedade conectada deve contar com lições sobre diversos temas relevantes, entre eles etiqueta online, uso das redes sociais, bullying, segurança digital e desenvolvimento das habilidades de comunicação e do conhecimento por meio das ferramentas tecnológicas.

Mais importante do que presentear as crianças e adolescentes com smartphones, tablets e computadores, é prepará-los para usar as tecnologias com moderação, qualidade, saúde e segurança. O papel dos pais também é fundamental nesse contexto, pois é dentro de casa que devem acontecer os primeiros diálogos sobre as novas ferramentas de comunicação e interatividade da sociedade e o monitoramento daquilo que é ou não adequado para o acesso de cada faixa etária.

Leia mais

mar 17

Ferramentas tecnológicas para professores

| Educação

Ferramentas tecnológicas que todos os professores deveriam conhecer

A tecnologia e a educação nunca estiveram tão ligadas como estão no atual cenário da sociedade. A chegada dos smartphones e dos aplicativos móveis preencheu o último espaço que faltava para a democratização do acesso às ferramentas tecnológicas em escolas públicas e particulares.

É inevitável encontrar alunos com seus celulares inteligentes conectados à internet 3G ou 4G dentro do ambiente escolar. E se não é possível conter o avanço da tecnologia ou coibir a presença dos smartphones nas instituições de ensino, o mais indicado é fazer dos aparelhos uma ferramenta para a transmissão de conhecimentos. Mas, para isso, os professores também precisam se atualizar, conectar e conhecer as ferramentas que podem ser implementadas para tornar as aulas mais dinâmicas, interessantes e divertidas.

Os professores mais antenados já possuem suas metodologias e ferramentas tecnológicas preferidas para trabalhar em sala de aula, mas ainda existe um grande número de educadores que insiste em viver no passado e ignorar a força e o potencial das novas mídias e dos dispositivos móveis no segmento educacional.

Leia mais

mar 13

Combatendo o plágio nos trabalhos escolares

| Educação

Como usar a tecnologia para combater plágios nos trabalhos escolares

Um dos grandes problemas enfrentados por educadores em todos os níveis de escolaridade é o plágio em trabalhos acadêmicos. A facilidade que os alunos encontram hoje para plagiar conteúdos. O famoso Ctrl C/Ctrl V, que consiste em copiar e colar informações da internet, tem assombrado as correções de trabalhos escolares e até de monografias e teses desenvolvidas nos mais altos níveis da educação.

O combate ao plágio desafia os professores modernos e, nesse contexto, a tecnologia aparece como uma maneira eficiente de garantir trabalhos 100% originais, baseados em pesquisas e na organização do pensamento dos estudantes. É preciso deixar claro para os alunos que existem ferramentas capazes de detectar cópias de qualquer tipo, além de reforçar que esse tipo de prática é crime contra a lei dos direitos autorais.

Apesar de todas as facilidades no acesso às informações, os estudantes devem ser estimulados a pesquisar não somente na internet, mas também em livros, revistas, jornais e outros tipos de materiais de apoio. O desenvolvimento de um trabalho autoral e com o correto uso de paráfrases de autores renomados ajuda os estudantes a melhorarem suas habilidades com as palavras, a organizarem melhor seus pensamentos e a assimilarem verdadeiramente o conteúdo.

Leia mais

mar 10

Facebook como ferramenta de comunicação escolar

| Educação

Como fazer do Facebook uma ferramenta de comunicação escolar

O Facebook é a mídia social mais popular do mundo, e tem se tornado também uma excelente ferramenta de comunicação escolar. Professores e diretores podem utilizar a rede social como um meio de troca de informações, para discussões ou interação com pais e alunos.

Esse ambiente virtual acaba oferecendo um auxílio importante para dinamizar as aulas e aproximar a escola da realidade dos alunos. Basta constatar o número de estudantes que estão presentes na rede social diariamente para confirmar o poder de engajamento do Facebook.

Ao adotar a rede social como uma ferramenta de ensino, os professores precisam estabelecer critérios e posturas bastante claras. Existe uma divisão de opiniões entre os educadores no que diz respeito à amizade e ao contato direto com os alunos por meio das redes sociais. A decisão de usar ou não o Facebook pessoal para interação com os estudantes deve partir individualmente de cada educador, mas é relevante ressaltar os benefícios que essa proximidade e relacionamento podem trazer para dentro da sala de aula.

Leia mais

fev 24

Gamificação na Educação

| Educação

A Gamificação na Educação

O termo gamificação está relacionado ao uso de jogos para desenvolver engajamento, participação e comprometimento entre equipes de uma determinada área de atuação. Esse conceito já é muito empregado por empresas que tentam motivar e aprofundar os conhecimentos de seus profissionais e consumidores com ferramentas tecnológicas e interativas, que despertam o interesse e usam a inovação como recurso para o envolvimento.

De alguns anos para cá, esse termo vem sendo incorporado também às práticas pedagógicas. A gamificação na educação tem a capacidade de tornar as aulas e disciplinas mais atraentes, produtivas e eficientes para os estudantes e professores.

Nesse contexto, o processo e a metodologia do ensino-aprendizagem são mais efetivos, pois deixam de lado as aulas maçantes, onde o professor insiste em usar apenas o quadro negro e o discurso. Com a gamificação é possível tornar a sala de aula um local interativo, divertido e atual.

A gamificação surge no cenário educacional brasileiro como uma ferramenta capaz de combater a falta de interesse e a dispersão dos alunos em sala de aula. A tecnologia de ponta tem resultado em games com alto poder de engajamento, capazes de prender a atenção dos estudantes e fazê-los aprender de forma lúdica e natural. Essa ferramenta deve ser incorporada por escolas e professores dentro de um processo de adaptação das metodologias para a nova realidade dos alunos, que é cada vez mais digital e conectada.

Como usar a gamificação na educação

A gamificação pode ser empregada em todas as disciplinas, mas apresenta resultados comprovados no aprimoramento da aprendizagem de ciências, matemática, história e geografia. A ferramenta tem como fundamento o uso de games que possam transmitir ao aluno a sensação de uma experiência real, como se ele estivesse vivenciando as situações por meio dos jogos.

O uso da gamificação na educação é uma forma de incentivar determinados comportamentos nos alunos e garantir familiaridade com as novas tecnologias. Além disso, a ferramenta promove um processo de aprendizagem mais dinâmico, rápido e agradável.

Em países desenvolvidos, como os Estados Unidos, essa estratégia já é bastante utilizada para despertar o interesse dos alunos e promover condições de aprendizagem mais conectadas com o mundo real e com a experimentação.

Na sala de aula, os professores podem usar a gamificação criando cenários, missões e desafios para os alunos cumprirem. A narrativa dos games deve ser direcionada ao conteúdo que será ensinado, substituindo as aulas e criando um espaço de imersão no conhecimento.
Leia mais

jan 19

Uso de celular em sala de aula

| Educação

Introdução das novas tecnologias em sala de aula

As novas tecnologias de celulares trouxeram diversos desafios para os professores, e o principal deles é, certamente, a forma de lidar com o quase inevitável uso de smartphones em sala de aula. O poder de interatividade e engajamento dos aplicativos e funcionalidades dos celulares inteligentes fazem com que os professores se sintam impotentes para competir com os recursos tecnológicos.

Neste sentido, a primeira iniciativa adotada é sempre a de proibir os aparelhos no ambiente escolar, fato que gera desconforto entre os estudantes, que estão muito acostumados à conectividade. O tema vem sendo tratado com restrição na maior parte das escolas, e prevalece a dúvida sobre como fazer com que os dispositivos móveis, como celulares e tablets, deixem de ser vilões para se tornarem aliados do ensino.

No Brasil, ainda existe um senso comum de que a tecnologia e o uso de celular em sala de aula são inimigos da educação. Educadores tradicionais são unânimes ao afirmar que as novas mídias tornam os alunos mais dispersos e alienados. Contudo, há de se debater as formas de introdução das novas tecnologias de celulares em sala de aula.

Leia mais

nov 14

Forme equipes vencedoras na Era do Conhecimento

| Educação

Sem sombra de dúvidas vivemos nos últimos anos as maiores transformações na forma como as pessoas buscam e aplicam seus conhecimentos. Esta forma de capitalismo avançado no qual conhecimento e ideias representam a maior fonte de crescimento econômico, vem alterando a forma como lidamos com o nosso trabalho e desenvolvendo novas práticas de negócio.

E como consequência, a demanda por profissionais com novas habilidades vem se tornando cada vez mais frequente.

Lançamentos de grandes portais de e-learning, sites do tipo “faça você mesmo”, MOOC (Curso online aberto e massivo), permitem o aprendizado de uma forma muito mais dinâmica. Pode-se aprender tudo ou quase tudo, de qualquer lugar e com flexibilidade de horários. Com uma penetração muito maior, estas novas formas de ensino, vêm causando uma série de implicações aos sistema de educação.

O conhecimento hoje não é mais produzido por indivíduos com grande expertise, mas sim por uma “inteligência coletiva”, diversos grupos de pessoas com especialidades que se complementam e que colaboram entre si.

Leia mais