Terceiro Setor • bhbit

Artigos da Categoria "Terceiro Setor"

nov 07

Como criar uma ONG – do sonho à realidade

| Terceiro Setor

Como criar uma ONG – do sonho à realidade

O estabelecimento de uma organização do terceiro setor passa por muitas fases, e como criar
uma ONG
é uma das primeiras dúvidas de quem tem esse sonho.

O processo pode parecer um pouco complicado para quem nunca empreendeu nessa área. No
entanto, conforme você se familiariza com os termos utilizados e com os passos necessários à
criação de uma instituição, as coisas vão ficando mais claras e o caminho a seguir se torna mais
fácil.
Leia mais

set 29

O que é Responsabilidade Social?

| Terceiro Setor

Responsabilidade Social Corporativa… Individual… Afinal o que é Responsabilidade Social?

Ser socialmente responsável significa que as pessoas e as organizações devem comportar-se eticamente e com sensibilidade em relação a questões sociais, culturais, econômicas e ambientais. Para começarmos a entender o que é responsabilidade social, vamos a seguinte citação:

Um homem é chamado de egoísta não por seguir seu próprio bem, mas por negligenciar o bem do seu próximo. (Richard Whately)

O esforço para agir com responsabilidade social ajuda indivíduos, organizações e governos a ter impacto positivo no desenvolvimento, nas empresas e na sociedade com uma contribuição positiva para os resultados financeiros.

Quem pensa que sabe o que é responsabilidade social e acredita que seja apenas a obrigação de grandes empresas pode estar muito enganado. Na verdade, o ideal é que esse seja um movimento de toda a sociedade em prol do bem comum.

Leia mais

set 06

Como a colaboração pode alavancar o sucesso de instituições do terceiro setor

| Terceiro Setor

Desvende os benefícios da colaboração para o sucesso no terceiro setor

A colaboração no terceiro setor funciona de formas muito diferentes e pode ser abordada de maneiras variadas.

No entanto, antes de falar sobre o que são e como funcionam as parcerias entre organizações, deve-se considerar a questão mais importante de todas:

Por que colaborar?

Todo mundo adora colaboração – na teoria.

Quer dizer, quem não acredita ser uma boa ideia duas ou mais entidades sem fins lucrativos trabalharem juntas para atingir objetivos em comum?

Mas deixe de lado essa ideia por um momento e sejamos honestos: a colaboração não é por si só uma boa iniciativa; ela começa a ser interessante quando serve a um propósito bem definido.

Além disso, colaboração não é sempre a melhor resposta para as dificuldades que sua organização pode estar enfrentando no momento.

Isso porque a instituição do terceiro setor tem diversas possibilidades de estratégias a escolher para fazer avançar sua missão, e a parceria com outras instituições é apenas uma delas.

Leia mais

jul 21

Você sabe o que é empreendedorismo social?

| Terceiro Setor

Empreendedorismo Social: Conceito

Antes de falarmos diretamente do empreendedorismo social, vamos falar um pouco sobre empreendedorismo em sua forma clássica.

Quando se pensa em empreendedorismo, é muito comum atualmente já vir à mente grandes nomes do mundo dos negócios e corporações que saíram do nada para se tornarem gigantes bilionárias com grande valor de mercado. Muito se fala também no cenário de startups, empresas com foco em inovação que buscam atingir um grande número de pessoas por meio da tecnologia.

Em outras palavras, quando se menciona “empreendedorismo”, nossa mente em geral é conduzida para o trivial, que são as empresas tradicionais. Mas um movimento que vem também se intensificando é o empreendedorismo social. Nesse tipo de iniciativa, o propósito vai além do lucro: o objetivo maior é o impacto social gerado.

Empreendedorismo Social: Iniciativa cujo propósito vai além do lucro

Esse movimento busca pessoas criativas e extremamente engajadas que buscam algo mais para suas trajetórias de vida. E, se você pensa em começar um projeto social, possivelmente vai se identificar com o que discutiremos a seguir.

Leia mais

dez 01

Estratégias de comunicação no Terceiro Setor

| Terceiro Setor

Como estabelecer uma comunicação de maneira eficiente

Nos dias de hoje, as relações com clientes, doadores e investidores se tornaram, em sua maioria, superficiais e limitadas.

Estar atento às novas formas de se comunicar, aumentando não somente o alcance, mas também o nível de engajamento entre a mensagem que sua organização deseja transmitir e seu público alvo, é peça chave para o sucesso das organizações do terceiro setor.

Para aqueles que desejam alcançar uma estratégia de comunicação eficiente e bem sucedida, é fundamental poder contar com a opinião de seus próprios doadores.

E isso só se torna possível quando as instituições conseguem desenvolver uma conversa real com os mesmos, e não apenas enviar mensagens automáticas, que carecem de um toque humano e pessoal.

O cenário ideal é aquele em que existe uma via de mão dupla em termos de comunicação entre a entidade e os seus colaboradores, na qual ocorre uma interação entre ambas as partes permitindo que a instituição consiga receber feedbacks e opiniões sinceras de seus doadores.

Leia mais

nov 28

Qual a diferença entre ONG e OSCIP?

| Terceiro Setor

O que são as OSCIPs?

Você sabe o que é uma OSCIP? A sigla OSCIP (e não OCIPE) é bastante conhecida, mas nem todas as pessoas entendem plenamente como abrir uma OSCIP, como funcionam e qual é o papel exercido pelas chamadas Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público. A primeira informação relevante que todos devem saber sobre uma OSCIP é que este tipo de entidade recebe um título diretamente do Ministério da Justiça. Essa característica garante às OSCIPs benefícios e facilidades para a assinatura de convênios e parcerias com os diversos níveis do governo, seja no âmbito federal, estadual ou municipal.

Com o título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, a entidade pode firmar parcerias com órgãos públicos e receber doações de empresas privadas com mais facilidade. A grande vantagem para a empresa que doa para uma OSCIP é que ela recebe descontos no Imposto de Renda.

Leia mais

nov 15

Senado aprova mudanças no Marco Regulatório

| Terceiro Setor

Senado aprova mudanças no Marco Regulatório e flexibiliza regras de contratos entre Ongs e Governo

Na última quarta-feira, 11, o Senado Federal votou e aprovou o projeto de lei de conversão que altera as regras para o fechamento de parcerias entre Organizações Não Governamentais e a Administração Pública. A medida provisória também adia para 2016 a entrada em vigor do Marco Regulatório.

Esse projeto, que agora segue para a sanção da presidente Dilma Rousseff, afeta diretamente as parcerias voluntárias entre qualquer organização da sociedade civil e os governos, além de flexibilizar as regras para o fechamento de contratos. A proposta de autoria do deputado Eduardo Barbosa, do PSDB de Minas Gerais, passou por uma comissão mista e foi reformulada.

A partir dessas novas alterações no Marco Regulatório, o tempo de existência exigido para as ONGs fecharem parcerias com a administração pública se torna mais flexível, o que deve facilitar a captação de verbas junto aos municípios, Estados e União.

Leia mais

nov 06

MROSC: Novos Termos de Parcerias entre Estado e OSCs

| Terceiro Setor

Novo marco regulatório do terceiro setor

Em meados de 2014 foi sancionada a Lei 13.019/2014, mais conhecida como Marco Regulatório do Terceiro Setor.

A atuação do Estado Brasileiro é dividida em duas grandes áreas: uma fiscaliza o cumprimento das leis, independentemente da esfera em que estejam previstas (direito constitucional, penal, civil…); a outra é responsável pela criação, manutenção e fiscalização de estruturas que oferecem serviços de interesse público. Nesta última área, o Estado conta com as Organizações da Sociedade Civil – OSCs -, pois, através da experiência e conhecimentos pontuais dos atores envolvidos, os serviços prestados têm um salto na qualidade. E o Marco Regulatório do Terceiro Setor surge exatamente para sistematizar a relação entre Estado e OSCs.

A Lei 13.019/2014 estabelece os termos jurídicos de parcerias voluntárias entre a Administração Pública e as Organizações da Sociedade Civil, independentemente da parceria tratar ou não da transferência de recursos financeiros.

Leia mais

out 21

O que são ONGs?

| Terceiro Setor

O papel das ONGs na sociedade

Antes de respondermos o que são ONGs, vamos falar um pouco sobre o papel que as mesmas exercem em nossa sociedade.

As ONGs (Organizações Não-Governamentais) exercem um papel de extrema relevância na sociedade, pois desempenham atividades que, em muitos casos, deveriam ser uma obrigação dos governos e gestores públicos das esferas municipal, estadual ou federal. Diversos tipos de ONGs se dedicam a desenvolver ações sociais, iniciativas de defesa dos direitos humanos e projetos capazes de elevar a qualidade de vida e resgatar a dignidade dos cidadãos.

São muitas as frentes de trabalho de uma ONG, e todas elas contribuem diretamente para o desenvolvimento do país e para o aprimoramento das condições de vida de muitas pessoas carentes de recursos financeiros e também de cultura, saúde, educação, oportunidades de emprego e capacitação, atividades esportivas e recreativas, entre outras iniciativas.

Quer saber tudo sobre ONGs?  Aproveite esse artigo que preparamos para você!

O que é ONG?

Apesar dessas organizações já existirem há um bom tempo, muitos ainda se perguntam o que são as ONGs?

As ONGs podem ser definidas como organizações sem fins lucrativos, que exercem atividades que auxiliam os governos, desempenhando um papel social importante ao oferecer projetos e serviços culturais, educativos, de saúde, qualidade de vida, capacitação e contribuição à sociedade. As organizações não-governamentais trabalham com objetivos bem definidos, todos regulamentados por estatutos, que devem ser registrados em Cartório.

Leia mais

out 20

O Terceiro Setor – Significado e sua história no Brasil

| Terceiro Setor

O que é Terceiro Setor

O que é terceiro setor? Terceiro Setor é um termo sociológico utilizado para definir organizações de iniciativa privada, sem fins lucrativos e que prestam serviços de caráter público.

No Brasil, assim como no restante do mundo, a sociedade é dividida em três setores:

O primeiro consiste nas instituições estatais comandadas pelo governo municipal, estadual e federal, que administram os bens e serviços públicos e representam portanto as ações do Estado.

O Segundo Setor, por sua vez, corresponde as empresas e ao capital privado, cujos recursos são empregados em benefício próprio, visando alcançar fins lucrativos.

Então afinal, qual é o Terceiro Setor?

Leia mais