Forme equipes vencedoras na Era do Conhecimento • bhbit | Soluções para o Terceiro Setor

Forme equipes vencedoras na Era do Conhecimento

Educação

nov 14
era-do-conhecimento

Sem sombra de dúvidas vivemos nos últimos anos as maiores transformações na forma como as pessoas buscam e aplicam seus conhecimentos. Esta forma de capitalismo avançado no qual conhecimento e ideias representam a maior fonte de crescimento econômico, vem alterando a forma como lidamos com o nosso trabalho e desenvolvendo novas práticas de negócio.

E como consequência, a demanda por profissionais com novas habilidades vem se tornando cada vez mais frequente.

Lançamentos de grandes portais de e-learning, sites do tipo “faça você mesmo”, MOOC (Curso online aberto e massivo), permitem o aprendizado de uma forma muito mais dinâmica. Pode-se aprender tudo ou quase tudo, de qualquer lugar e com flexibilidade de horários. Com uma penetração muito maior, estas novas formas de ensino, vêm causando uma série de implicações aos sistema de educação.

O conhecimento hoje não é mais produzido por indivíduos com grande expertise, mas sim por uma “inteligência coletiva”, diversos grupos de pessoas com especialidades que se complementam e que colaboram entre si.

O profissional de hoje deve procurar desenvolver diversas habilidades:

  • Pensamento crítico
  • Habilidade para tomada de decisões e resolução de problemas
  • Habilidades interpessoais, comunicação escrita e falada
  • Habilidade para encontrar, organizar e avaliar informações de diversas fontes
  • Apreciar a diversidade e as diferenças individuais
  • Potencial para o aprendizado continuado e o desenvolvimento profissional
  • Inovação e Criatividade
  • Aplicar conhecimento e novas habilidades em cenários do mundo real
  • Habilidade no planejamento, organização e priorização do trabalho

Para conseguirmos acompanhar todas estas mudanças é necessário sairmos de nossa zona de conforto, estarmos dispostos a quebrar rotinas, e a realmente aprender coisas novas.

zona-de-conforto

A sua zona de conforto representa todos os seus comportamentos e atividades que se encaixam de forma regular na sua rotina. Esta constância e padrão, minimizam seus riscos e stress. Possibilita uma sensação de segurança e pouca ansiedade.

Porém este relativo conforto cria um estado de performance igualmente estável. Portanto para maximizarmos nossa performance, precisamos de um certo nível de ansiedade, onde os nosso níveis de stress estão um pouco acima do normal. Quando saímos de nossa zona de conforto permitimos nos desafiar de verdade, e abrimos a possibilidade para resultados extraordinários.

É importante entender que estar na zona de conforto não é algo prejudicial ou que esteja lhe impedindo de conquistar seus resultados. É importante termos momentos de mais calmaria e menos stress, inclusive para poder processar todos os benefícios que adquirimos ao nos permitir sair da zona de conforto.

Quando você sai de sua zona de conforto e busca experiências novas alguns benefícios são percebidos:

  • Aumento da produtividade. Quando o desafio é pequeno, não existem datas limites para o trabalho, não existem grandes expectativas, tendemos a fazer o mínimo possível para a conclusão do mesmo. É comum vermos pessoas tentando se manter “ocupadas” dentro de sua zona de conforto, para evitar aprender coisas novas. Testar os seus limites pode fazer com que você desenvolva trabalhos melhores e de forma mais inteligente.
  • Maior facilidade para lidar com mudanças repentinas e inesperadas. Correr alguns riscos e desafiar a si mesmo, lhe dará a oportunidade de vivenciar incertezas em um ambiente controlável. E quando a vida lhe trouxer mudanças não esperadas, você estará mais preparado para enfrentá-las.
  • Maior facilidade para encontrar soluções criativas. Buscar novas experiências, aprender novas habilidades, estar aberto a novas ideias, pensar fora da caixa, possibilitam vivenciar um aprendizado muito mais rico e inspirador. Ao tentar o novo, podemos avaliar melhor nossas antigas ideias e desenvolvermos melhores soluções para os problemas.
  • Será mais fácil dar passos maiores no futuro. A partir do momento que você começa a se colocar fora de sua área de conforto, novos desafios vão se tornando uma empreitada mais fácil e a experiência mais prazerosa.

Do lado de fora da sua zona de conforto é onde se encontra a zona de crescimento. Onde você poderá expandir sua visão de mundo, ao aprender coisas novas, viajar para outros países, estudar uma nova ferramenta, aprender um novo idioma, conhecer outras realidades. Ter novas experiências irá enriquecer seu ponto de vista.

Existem pessoas que amam buscar o novo e constantemente se direcionam para a zona de crescimento, buscando novos desafios.

São estas pessoas que provavelmente estarão conseguindo absorver e aplicar maior conhecimento, desenvolvendo soluções criativas para os problemas atuais.

conhecimento

E qual o reflexo disso em nossas organizações?

Agora mais do que nunca devemos investir em treinamento, propiciar ambientes e situações que promovam aprendizado e buscar pessoas que se sintam confortáveis a aprender coisas novas.

Formar equipes com habilidades variadas, e criar uma cultura institucional que valorize o aprendizado de forma contínua é um dos grandes desafios de gestores.

Instituições com forte cultura voltada para o aprendizado se desempenham melhor.

Profissionais da Era do Conhecimento precisam ser capazes de encontrar e avaliar informações novas de forma rápida. Eles precisam ser capazes de compartilhar conhecimento com os demais membros da equipe e contribuir de forma colaborativa. Precisam ser flexíveis, criativos, inovadores, ter visão sistêmica. E talvez o mais importante, ter iniciativa própria para buscar conhecimento e aprender coisas novas, algumas vezes com a ajuda externa, mas na maioria das vezes por conta própria.

As empresas de tecnologia, por lidarem com processos constantes de inovação e necessitarem cada vez mais de profissionais adaptados à Era do Conhecimento, normalmente já dispõem de iniciativas que favoreçam uma cultura de aprendizado, ou quando ainda não o fazem, rapidamente sentem a resposta negativa do mercado.

Algumas formas de criar uma cultura voltada para o aprendizado:

  • Identifique as principais habilidades que precisam ser desenvolvidas ou aprimoradas por sua equipe
  • Priorize investimentos em treinamento
  • Sinalize de forma clara que a sua instituição valoriza a busca por conhecimento
  • Crie um ambiente colaborativo virtual onde os colaboradores podem compartilhar ideias e divulgar novos conhecimentos
  • Facilite a participação dos colaboradores em congressos e palestras
  • Promova espaços e ou cafés com temáticas inovadoras, onde colaboradores podem apresentar novas habilidades ou conhecimento
  • Financie parcialmente ou integralmente cursos de interesse a colaboradores

Portanto analisando o cenário atual nacional, é preciso que setores mais conservadores consigam compreender que quanto mais postergarem a adoção dessas iniciativas, menores serão suas chances de atrair bons talentos. Inibindo a formação de equipes que possam entregar resultados com valor. Consequentemente inviabilizando crescimento e em alguns casos até a insustentabilidade de sua atividade.

 

 

fontes:

http://www.apa.org
http://www.inknowation.com
http://www.shiftingthinking.org
http://lifehacker.com
http://psychclassics.yorku.ca/Yerkes/Law/

Home