A tendência do voluntariado virtual • bhbit | Soluções para o Terceiro Setor

A tendência do voluntariado virtual

Terceiro Setor

fev 25
Voluntariado Virtual

A tendência do voluntariado virtual

Quantas pessoas no mundo já não pensaram em se tornar voluntárias em uma causa nobre, mas esbarraram no problema falta de tempo? Muitas vezes, a rotina atribulada e cheia de compromissos impossibilita o engajamento dos cidadãos em programas voluntários que realmente têm o potencial para preencher e transformar pequenas ou grandes lacunas sociais.

Uma forma de enfrentar essa dificuldade e encontrar o tempo necessário para contribuir com a sociedade é o voluntariado virtual, que vem se tornando uma grande tendência no mundo inteiro. O trabalho online consiste em doar parte do tempo livre para uma entidade ou organização do terceiro setor por meio de sistemas remotos, ou seja, é possível ser um voluntário tendo apenas um computador conectado à internet como ferramenta, sem deslocamentos e a necessidade da presença física.

Essa forma de trabalho voluntário tem se espalhado pela web. Já existem diversos sites que reúnem pessoas interessadas em realizar um trabalho social de maneira inovadora e tecnológica.

De uma forma geral, o voluntário virtual faz exatamente a mesma coisa que qualquer outro voluntário: ele doa seus talentos e habilidades para ajudar a sustentar um programa, uma entidade, uma ideologia ou causa. A diferença é que, neste caso, a dedicação à organização social acontece sem que o voluntário precise sair de sua casa.

As principais atividades que podem ser desempenhadas por um voluntário virtual são: traduções, revisões, captação de recursos, pesquisas, desenvolvimento de sites, marketing de conteúdo, assessoria de imprensa, gestão de redes sociais, transcrição de documentos digitalizados, design gráfico, aconselhamento virtual, gestão e suporte de TI, monitoramento de mídia e consultorias diversas em áreas como medicina, direito, administração, contabilidade, entre outras.

O uso da tecnologia para incentivar serviços voluntários

O voluntariado virtual tem a tecnologia como sua principal aliada. Basta que um profissional tenha o interesse e o desejo de ajudar e esteja conectado à internet por meio de um computador, smartphone ou tablet, para que ele possa começar a fazer a diferença no mundo. Esse tipo de dedicação voluntária contorna problemas de mobilidade, agenda e outras limitações cotidianas.

A categoria de trabalho voluntário pela internet também está sendo chamada de voluntariado online, voluntariado digital ou e-volunteering, e engloba todo o tipo de tarefa que possa ser realizada de forma remota. Essa é a maneira mais prática de um cidadão se tornar efetivamente um agente transformador da sociedade, respeitando sua realidade, estilo de vida e compromissos profissionais e pessoais.

Nos sites que divulgam vagas para voluntários virtuais, as pessoas podem se cadastrar e oferecer seus talentos e habilidades, identificar necessidades de instituições para a participação solidária em eventos e atividades específicas e até estimular e promover ações sociais independentes.

Essa inovação mostra o poder da tecnologia para o engajamento e a consolidação de uma verdadeira cultura do serviço voluntário no Brasil e no mundo. Além disso, as oportunidades de atividades voluntárias online também despertam um senso crítico importante e promovem o chamado infoativismo ou ciberativismo, que é quando os voluntários utilizam suas próprias redes sociais e canais de comunicação digital para divulgar causas sociais, captar doações ou realizar denúncias e protestos.

Voluntariado Virtual

A internet como ferramenta de mobilização

Com o desenvolvimento e avanço das mídias sociais, os cidadãos se tornaram protagonistas no processo de comunicação. Esse cenário possibilitou que pessoas comuns pudessem utilizar a internet como uma ferramenta de mobilização e divulgação de projetos sociais, entidades e causas sociais.

A grande função da internet no trabalho voluntário remoto é, justamente, a de congregar pessoas de diferentes classes sociais, etnias, idades e nacionalidades em benefício de uma mesma bandeira ou entidade.

O voluntário virtual tem contribuído para consolidar e manter diversos projetos. Nesse contexto, a tecnologia tem tornado a tarefa dos voluntários cada vez mais fácil e ágil, com a possibilidade de chamadas de vídeo, compartilhamento de informações em tempo real, criação de comunidades online e a instantânea comunicação eletrônica.

O poder de mobilização da internet deve ser usado para atrair principalmente os jovens, que têm uma identificação natural com as plataformas digitais e podem contribuir muito com as causas sociais por meio de sua criatividade e energia.

Os desafios do voluntariado virtual

Os trabalhos voluntários virtuais já são uma realidade em países desenvolvidos, como Estados Unidos e Espanha, por exemplo, mas ainda está se consolidando em nações como o Brasil. Os principais desafios dessa modalidade de atuação estão relacionados à qualidade e velocidade da internet e ao acesso às tecnologias e redes de telecomunicações em países que vivem uma real situação de vulnerabilidade social, como acontece em algumas nações do continente africano.

A dificuldade está em vencer as limitações técnicas para conseguir atrair e engajar pessoas em trabalhos voluntários remotos em todas as partes do planeta. Outra questão que precisa ser discutida é a necessidade das próprias entidades sociais começarem a incentivar esse tipo de ação, criando tarefas e programas direcionados às pessoas que só podem doar parte de seu tempo no sistema de trabalho remoto.

A divulgação das vagas de trabalho voluntário online também deve ser aprimorada no Brasil. Essa informação precisa ser adequadamente disseminada pelas organizações sociais em portais dedicados ao sistema de cadastramento de voluntários online, nas redes sociais e em seus sites e blogs.

Os interessados em oferecer algum tipo de trabalho voluntário virtualmente podem encontrar informações relevantes sobre a área, além de diversas vagas abertas em entidades sociais, em sites como o Voluntários Online, Idealist, Médicos Sem Fronteiras, Volunteermatch e Voluntariado Online da ONU(Organização das Nações Unidas).

Sempre é tempo de começar a transformar o mundo e oferecer aquilo que se sabe fazer de melhor para ajudar boas causas e instituições sociais sérias e comprometidas. Lembre-se: com o trabalho voluntário online, a falta de tempo não é mais uma desculpa para ficar inerte!

14 Dias para avaliar o mais moderno software do 3º Setor

x